Como evitar a doença que mais mata brasileiros

  • Como evitar a doença que mais mata brasileiros

Hipertensão é a doença que mais mata no Brasil! Pneumonia é a terceira doença que mais atinge brasileiros - mas aqui neste post da Fosfonline queremos alertar sobre uma doença que também afeta a vida de muitos brasileiros (muitas vezes gravemente) - trata-se de uma doença que muitas pessoas não gostam de mencionar nem o nome.

Essa doença tem tratamento por quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, entre outros - mas o quanto antes seja feito o diagnóstico - será melhor para a pessoa passar logo por todo o processo de tratamento e recuperação.

No Brasil, muitas pessoas são diagnosticadas com doenças oncológicas em fase inicial ou em outros níveis mais sérios da doença. Mas como falar e saber sobre prevenção da doença que pode atingir vários órgãos como a mama nas mulheres (e também nos homens), a próstata nos homens, pulmão, estômago, pâncreas, no sangue, nos ossos, no cérebro, etc.

Neste post da Fosfonline, vamos falar da chave principal para a prevenção de doenças oncológicas: manter o peso baixo.

Se você quer proteger o seu corpo de uma das doenças que mais atinge brasileiros e pessoas em todo o mundo, as doenças oncológicas, mantenha o seu peso baixo.

Em um estudo de uma instituição de pesquisa que analisa os fatores de riscos de doenças oncológicas, foi descoberto que a obesidade está relacionada ao desenvolvimento de 12 tipos de doenças oncológicas (neoplasias).

Esse estudo apontou que a obesidade pode estar relacionada a 12 tipos de doenças oncológicas (uma das doenças que mais mata no Brasil).

Confira quais são os 12 tipos de doenças oncológicas relacionadas à obesidade:

  1. Doença oncológica de estômago;
  2. Doença oncológica na boca e garganta;
  3. Doença oncológica no fígado;
  4. Doença oncológica no ovário;
  5. Doença oncológica no intestino;
  6. Doença oncológica na vesícula biliar;
  7. Doença oncológica no rim;
  8. Doença oncológica no esôfago;
  9. Doença oncológica no pâncreas;
  10. Doença oncológica no útero;
  11. Doença oncológica na mama (pós-menopausa);
  12. Doença oncológica de próstata (em estágio avançado).

A obesidade aumenta o risco de desenvolvimento de doenças oncológicas (neoplasias, células tumorais, células com problemas), por isso é recomendado que as pessoas mantenham o peso saudável, busquem manter o corpo ativo com exercícios físicos e tenham uma dieta balanceada e saudável à base de grãos inteiros, vegetais, frutas e também feijão para ajudar na prevenção dos 12 tipos de doenças oncológicas que citamos.

Outra publicação mostrou que o consumo excessivo de açúcar, carnes e gorduras pode aumentar em até 58% o número de pessoas com doenças oncológicas em todo o mundo.

Alertas têm sido dados, mostrando que o sobrepeso e a obesidade podem representar grandes riscos à saúde das pessoas porque mostram que são um fator de risco sobre o desenvolvimento de doenças oncológicas tão grave quanto o tabagismo.

Estas são as recomendações para a prevenção de doenças oncológicas:

  • Manter o peso saudável
  • Praticar exercícios físicos - se manter ativo;
  • Ter uma dieta balanceada e saudável;
  • Evitar ou reduzir o consumo de fast food;
  • Controlar o consumo de carne vermelha;
  • Reduzir bebidas açucaradas;
  • Evitar consumir álcool;
  • Saber os benefícios da amamentação (prevenção de doença oncológica das mamas).

Pessoas com sobrepeso ou obesas têm de analisar o índice de gordura corporal porque, além de pessoas com obesidade, pessoas com sobrepeso também podem colocar em risco a sua saúde - qualquer tipo de gordura pode trazer risco à saúde. Tenha em mente que estar acima do peso pode ser tão prejudicial à saúde quanto está no índice de massa corporal - IMC que define obesidade.

Hipertensão, colesterol alto, diabetes e doenças cardíacas não estão relacionadas somente com pessoas com o IMC acima dos níveis normais - visto que muitas pessoas precisam fazer exames regularmente para diagnosticar doenças. Consulte seu médico independentemente de seu IMC - há doenças oncológicas que podem ser identificadas no início e isso favorece o tratamento e recuperação.

O suplemento de fosfoetanolamina sintética (phosphoetanolamine)

O suplemento de fosfoetanolamina (phosphoetanolamine) favorece a ação do sistema imunológico. A fosfoetanolamina (phosphoetanolamine) é um suplemento que contém resveratrol, vitamina K2, cálcio e magnésio.

A fosfoetanolamina (phosphoetanolamine) ajuda o sistema imunológico a identificar células que estão se muliplicando de forma desordenada.

A fosfoetanolamina (phosphoetanolamine) contribui com a ação do sistema imunológico na identificação de células com problemas.

A fosfoetanolamina é a dose ideal na hora certa!

Consulte o seu médico antes de fazer uso de qualquer suplemento!

Acesse a loja on-line da Fosfonline, temos produtos de qualidade comprovada feitos com matéria-prima de qualidade.

Nota: Os textos deste blog têm o objetivo de compartilhar informações sobre saúde. Os posts deste blog são produzidos por redatores independentes e não têm o objetivo de fazer propor diagnóstico ou indicar qualquer tratamento. Sempre recomendamos que as pessoas consultem um médico antes de fazer uso de qualquer suplemento. 

Fosfoetanolamina Phospho PLUS 2Pack

Fosfoetanolamina Phospho PLUS 2Pack

Ref: Phospho2pack

R$900,00

Fosfoetanolamina Phospho PLUS

Fosfoetanolamina Phospho PLUS

Ref: Phospho1

R$450,00


Gostou? Classifique!

Escrever comentário

Não use tags HTML!

Comentários